sexta-feira, 19 de setembro de 2014

CREMA CATALANA ORIGINAL


INGREDIENTES:
  • 06 gemas
  • 500 ml de creme de leite
  • 150 ml de leite integral
  • 120 g de açúcar
  • 02 ramas da canela
  • Casca de laranja
  • 200 g de açúcar cristal para na decoração

 MODO DE FAZER:
Bata as gemas com o açúcar até ficar um creme fofo e branco na batedeira ou foie.
Leve o leite ao fogo com a canela e casca de limão ou laranja e desligue quando começar a ferver. Coe as cascas e incorpore aos poucos às gemas continuando a mexer cuidadosamente para não talhar.
Volte ao fogo toda a mistura e continue a mexer até engrossar, abaixe o fogo e continue mexendo por 2 minutos.
Retire do fogo e passe o creme para tigelas de boca larga, de preferência rasas.
Deixe esfriar e coloque na geladeira para formar um crostinha.
Na hora de servir polvilhar o açúcar e queimar com maçarico ou esquentando o fundo de uma colher na boca do fogão e colocando sobre o açúcar.

A diferença entre o “creme bullie” e “crema catalana” está apenas no condimento do leite. No bullie vai fava de baunilha e no catalana a canela em pau.

Para uma receita abrasileirada o creme de leite será substituído por um litro de leite e duas colheres de maisena acrescentadas ao creme das gemas.


Bora fazer!

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

NOSSA AMIGA  A "BATATA"


Confira abaixo alguns tipos de batatas, separadas de acordo com sua utilidade.
Para fritar:
  • Atlantic: de formato oval, polpa branca, casca ligeiramente áspera. Utilizada especificamente para o preparo de "chips" ou rodelas fritas.
  • Asterix: tem formato oval e comprido, casca vermelha, polpa amarela clara. É mais utilizada para batata frita em palito. Muito saborosa, é resistente ao congelamento.
  • Bintje: possui formato alongado, casca amarela, polpa amarela clara e sabor neutro. Pode ser utilizada também para cozinhar ou assar.

Para cozinhar ou assar:
  • Ágata: é oval, de casca amarela e polpa clara. Tem bom rendimento após o preparo.
  • Monalisa: de formato oval alongado, polpa amarela clara e casca amarela. Bem consistente quando cozida.
  • Mondial: comprida, de casca amarela e polpa amarela clara. Rende muito após o preparo. Depois de cozida, esfarela-se com facilidade, sendo, portanto, indicada para purês.
  • Doce: também comprida, possui casca vermelha escura, polpa branca e cremosa. Tem sabor adocicado, é rica em vitamina A.
  • Barôa: é conhecida também como mandioquinha-salsa. Fina e comprida, tem casca e polpa amarelas, e é excelente para o preparo de purês de gosto bem acentuado.
  • Yacon: Muito parecida com a batata doce. Tem casca marrom, e ajuda a combater os altos níveis de glicose no sangue.
  • Araucária: alongada, de polpa e casca amarelas.
  • Baraka: Oval, de polpa e cascas amarelas claras. Muito boa também para frituras.
  • Elvira: de formato alongado, polpa e casca amarelas.

Algumas receitas com batatas:
BATATA LAMINADA
INGREDIENTES:
  • 06 batatas médias
  • Fatias de Bacon  (ou Provolone)
  • 02 colheres (sopa) de margarina
  • Azeite
  • Sal
  • Pimenta do reino
MODO DE FAZER:
Lave as batatas, descasque e cozinhe com um pouco de sal até ficarem macias, mas não moles demais.
Pré-aqueça o forno a 200 º C.
Feito isso, com uma faca bem afiada fatie as batatas.
Os cortes devem ser verticais, ao longo da batata, e de aproximadamente 1cm a 2cm.
Muito cuidado, pois os cortes não podem ir até o fim.
Pare 1 cm antes, para que as fatias não se soltem na próxima etapa ou na hora de assar.
Elas devem ficar presas pela parte inferior (colocar a batata em cima de uma colher de pau ajuda a não cortar até o final).
Coloque as batatas laminadas em uma assadeira com papel alumínio untado com azeite.
Corte 5 pedaços de bacon por batata e intercale em algumas fatias.
Em seguida, derreta a manteiga e regue cada batata com ela.
Para 6 batatas médias colocar 2 colheres (sopa) de margarina derretida misturada com um pouco de azeite.
Tempere a gosto com sal, pimenta ou qualquer tempero que preferir.
Asse em forno pré-aquecido por 40 minutos ou até que o bacon esteja torradinho.
Uma variação desta receita é substituir as fatias de bacon por fatias de provolone.
Uma variação desta batata é "Laminada com alho e alecrim"
Em uma panela derreta a manteiga, junte o azeite, o alho e o alecrim. Em seguida despeje a mistura em cima das batatas (entre cada tirinha) e leve ao forno médio preaquecido por 45 minutos ou até que elas estejam coradas e crocantes.

BATATA ASSADA

INGREDIENTES:
  •  06 batatas grandes
  • 01 de frango desossado (aproximadamente 600 g)
  • 01 cebola pequena
  • 01 dente de alho
  • 01 cálice de vinho branco seco
  • 01 copo de requeijão
  • 200 ml leite integral
  • 300 g de queijo parmesão, ralado
  • 02 linguiça calabresa
  • 01 pacote de batata palha
  • Sal, azeite, manteiga, salsinha, cebolinha, pimenta-do-reino
MODO DE FAZER:
Cozinhe as batatas até o garfo entrar com facilidade
Corte a calabresa em cubinhos e frite em uma panela antiaderente, não necessita óleo, o próprio óleo que a calabresa solta dá o ponto certo
Reserve, para montagem do prato
Enquanto as batatas cozinham corte o frango em pedaços (eu prefiro em cubinhos, não muito pequenos, dá mais sabor ao prato) e tempere a gosto
Em uma panela antiaderente coloque uma fina camada de azeite e doure a cebola e o alho.Refogue o frango até que fique bem sequinho.Adicione o vinho e quando o frango estiver no ponto, mexa até que o vinho incorpore ao frango
Adicionar o leite, mexer por mais uns 2 minutos, em seguida adicionar o requeijão e mexer para misturar bem
Em seguida coloque 200 g do queijo parmesão, mexer até que o queijo incorpore ao molho
Adicionar pimenta-do-reino (a gosto) salsinha e cebolinha, mexer e reservar
Assim que as batatas estiverem cozidas, com o auxílio de uma faca e uma colher, faça um corte ao meio, e retire um pouco da batata (o tanto que irá preencher de recheio)
Passe uma camada de manteiga, coloque um pouco de queijo no fundo, adicione o molho de frango, uma camada de queijo, cebolinha e a calabresa frita
Leve ao forno para dourar

BATATA BÊBADA
Esta receita é da mesma autora de batatas de aeroporto, Jill Dupleix. É uma receita simples que você prepara em tempo recorde e depois é só deixar no forno por 30 min enquanto você acaba de preparar o resto da refeição. As batatas vão cozinhar no vinho. O resultado é surpreendente.

INGREDIENTES:
  • 03 batatas grandes (750 g) cortadas em fatias finas 
  • 02 colheres de sopa de azeite de oliva extra-virgem
  • Sal
  • Pimenta do reino moída na hora
  • 250 ml de vinho branco
  • 01 colher de sopa de folhas de tomilho fresco
MODO DE FAZER:
Pre-aqueça o forno – 200°C. Descasque as batatas e corte todas em fatias finas no sentido longitudinal. Lave as batatas e seque com uma toalha de papel. Coloque-as numa vasilha e ponha o azeite de oliva, sal e pimenta do reino, misturando bem para que as batatas fiquem revestidas com o óleo, sal e pimenta. Arrume as batatas ou numa assadeira ou numa tigela refratária larga o suficiente para que as batatas fiquem bem espalhadas. Derrame o vinho por cima e jogue o tomilho.
Leve ao forno e asse por 30 minutos. O vinho vai ferver e se evaporar. Isso vai fazer com que as batatas assem adquirindo uma crosta. Fique de olho no forno,  pois quando o vinho tiver evaporado todo as batatas devem ser retiradas logo para não ficarem muito crocantes. Sirva com carne grelhada.


BATATA DUQUESE

INGREDIENTES:
  • 1/2 kg de batata inglesa
  • 01 colher de sopa de manteiga ou margarina
  • 02 gemas
  • 01 tablete de caldo de galinha
Para pincelar:
  • 01 gema
  • 01 colher de chá de manteiga
 MODO DE FAZER:
Cozinhar a batata com água e o caldo de galinha
Passar pelo espremedor quando ainda quente, em seguida misturar a manteiga e, as gemas, faça bolinhas em formato de batata
Colocar em um refratário untado com manteiga e farinha de rosca
Misturar a gema com a manteiga e, pincelar as bolinhas
Levar ao forno pré aquecido para dourar

BATATA COM ATUM E REQUEIJÃO

INGREDIENTES:
  • 750 g de batata inglesa
  • 02 latas de atum 
  • 01 copo de requeijão cremoso
  • Orégano
  • Queijo parmesão
  • Azeite o quanto baste
MODO DE FAZER:
Cozinhe as batatas, coe e acomode em um pirex untado com o azeite. Esfarele o atum e o espalhe pela batata. Polvilhe o orégano e cubra com o requeijão. Polvilhe com o parmesão e leve ao fogo pré aquecido para gratinar.

Outras receitas como nhoque, purê diversos vocês encontrarão neste mesmo blog em postagens anteriores


terça-feira, 26 de agosto de 2014


MANTEIGA






A confecção da manteiga integra várias etapas: 
  • Desnatação do Leite: consiste na separação dos componentes do leite, nomeadamente da sua matéria gorda, aproveitada para a elaboração da nata;
  • Pasteurização da Nata: tal como o leite a nata é objeto de um tratamento, cuja finalidade é eliminar todas as bactérias que ela possa conter. A pasteurização é um processo térmico, que consiste em submeter a nata a uma temperatura elevada, durante alguns segundos, para logo a seguir a arrefecer muito rapidamente;
  • Maturação: consiste na adição de fermentos lácteos à nata, com o objetivo de facilitar a batedura e assegurar o desenvolvimento do aroma da manteiga;
  • Batedura e Malaxagem: para se transformar em manteiga, a nata precisa de ser batida. Esta agitação enérgica e repetitiva faz com a matéria gorda se una, libertando um líquido resultante do leite inicial, o leitelho (líquido residual da operação de desnatamento do leite) Nessa altura a manteiga é submetida a uma lavagem com água pura de forma a libertar a manteiga, propriamente dita, do leitelho. Por fim, uma nova agitação vai encerrar o processo, repartindo uniformemente a água que é conveniente deixar (cerca de 16%), pela matéria gorda, de forma a que o produto apresente uma umidade satisfatória.
Em todas as suas formas, a manteiga é a gordura mais popular do mundo. É um alimento muito energético, já que produz cerca de 716 calorias para cada cem gramas e apresenta altas concentrações de vitaminas A (3.300 unidades por cem gramas) e D. É baixa a taxa de proteínas e de outras vitaminas, mas há cerca de vinte miligramas de cálcio e 16 de fósforo por cem gramas. Sua cor, mais ou menos amarelada ou esbranquiçada, deve-se ao caroteno e outros pigmentos solúveis em gordura.

A qualidade da manteiga depende não só das características do leite utilizado como matéria- prima, mas também do processo de elaboração. Uma vez separado o creme de leite, este é resfriado até mais ou menos 10° C, para impedir a proliferação de bactérias. Na fabricação em pequena escala, deixa-se fermentar a manteiga por um dia, à temperatura ambiente, para que se desenvolvam as bactérias produtoras de ácido lático e fique mais fácil bater o creme depois. Se o material é submetido a temperaturas muito elevadas, ou se o creme é excessivamente batido, produz-se o ranço, fenômeno que consiste na fragmentação dos ácidos graxos em outros compostos menores que conferem sabor desagradável ao produto. O mesmo efeito ocorre quando a manteiga é exposta à luz.

Quase um terço da produção mundial de leite destina-se à fabricação de manteiga, cujos principais produtores são os Estados Unidos, Rússia, Alemanha, França e Nova Zelândia. Durante a segunda metade do século 20, a produção aumentou de tal forma que foi necessário adotar medidas para diminuir o excedente, como a redução de preços (fixados oficialmente em muitos países) e do rebanho leiteiro etc.

 Tipos de Manteiga

Manteiga Pomada
É um tipo de manteiga própria para culinária e difícil de encontrar, no caso da sua receita como pede isso, você pode comprar manteiga fresca que você acha em qualquer feira e amassá-la com uma espátula ate ficar com o aspecto de uma pomada. Ela é dita assim porque ela fica realmente com o aspecto de uma pomada e de maneira mais leve isso só se refere à consistência da manteiga. Em pomade quer dizer na temperatura ambiente ( de um país tropical ). Ou seja: mole. Se estiver na geladeira tirar algumas horas antes.

Manteiga de Garrafa 
É um tipo de manteiga que se mantém líquida em temperatura ambiente. É comercializada em garrafas e é um produto típico e muito consumido no Nordeste brasileiro O produto é obtido pelo cozimento do creme de leite bovino até que se evapore toda a água e restem apenas a gordura e as partículas sólidas da nata. Após feita, pode ser consumida em até dois meses.
Apresenta aroma delicado e sabor característico (levemente rançoso), sendo utilizada como ingrediente de diversos pratos regionais, ou mesmo como um acompanhamento de  carne de sol, macaxeira e feijão verde.Ela é também usada na produção do queijo-manteiga. Sua fabricação é em grande parte artesanal, sendo a comercialização predominantemente informal, como em feiras, pequenos pontos de comércio e propriedades rurais.

Refinada 
É feita de nata cuja fermentação — conversão dos açúcares do leite em ácido lático — já se iniciou. É o tipo preferido na Europa.

Com sal
Esse tipo é remanescente do tempo em que a adição de sal ajudava na sua conservação. Pode ser feita com sal marinho ou flor de sal, geralmente utilizada em patês. É encontrada nas versões refinada e não-refinada.

Amargas conservadas 
Faz parte de uma variedade de manteigas fermentadas; podem ser envelhecidas por até dois anos e condimentadas com ervas e temperos. Assemelham-se ao smen, uma manteiga marroquina feita à base de leite de cordeiro.

Ghee  (Clarificada) 
É aquecida até que toda sua água seja evaporada. O que sobra é considerada a manteiga pura. Muito popular na Índia, possui um sabor defumado e é um versátil ingrediente, ideal para fritar e saltear (tipo de fritura que preserva o líquido e o sabor dos alimentos, pela pequena quantidade de óleo utilizada).

Sem sal 
Produzida a partir de nata fresca e pasteurizada. É o tipo mais comum nos Estados Unidos. Tem um sabor neutro e suave e é uma ótima para cozinhar.

Batida 
Usada geralmente para coberturas e também no pão, é aerada com gás nitrogênio, o que a faz ter uma textura mais maleável e macia, mesmo quando conservada em geladeira.

Margarina 
Foi inventada pelo químico francês Hippolyte Mège-Mouriès no século 19, segundo um procedimento que mais tarde seria aperfeiçoado e simplificado nos Estados Unidos, se obtém de gorduras vegetais ou animais,ou de mistura de ambas, numa proporção próxima aos oitenta porcento, à qual acrescenta-se imediatamente diferentes componentes lácteos, vitamina A e conservantes. os diversos ingredientes são agitados em leite ou água até conseguir sua emulsão.Elimina-se então o excesso de líquido e batem-se as gorduras. Por último é feita a moldagem do produto e seu empacotamento

Manteiga Trufada 
Ela é usada para temperar pratos ou servida como aperitivo.
Como fazer:

INGREDIENTES:
  • 02 pacotes de manteiga fresca sem sal (200g cada)
  • 01 trufa média em fatias finas
  • 01 colher (café) de sal

MODO DE FAZER:
Coloque a manteiga, o sal e a trufa no processador de alimentos e bata por cerca de um minuto.
Coloque a mistura em um saco plástico grande e enrole, pressionando com uma faca para formar um cilindro de aproximadamente 3 cm de diâmetro.
Amarre as duas pontas do plástico com barbante e leve ao congelador por uma hora.
Retire o plástico e corte a manteiga trufada em rodelas de 1cm.
Sirva com torradas, sobre filés grelhados, salmão cozido no vapor ou use para temperar massas.
Ela é encontrada embalada em vidros.

 Manteiga de Amendoim
Como fazer:
INGREDIENTES:
  • 02 xícaras de farinha de amendoim (amendoim torrado e triturado)
  • 02 colheres (sopa) de açúcar
  • 1/2 colher (chá) de sal.

MODO DE FAZER:
Colocar todos os ingredientes no processador e só ter paciência, pois o óleo vai se desprendendo do amendoim e formará a pasta. mexer de vez em quando.

Algumas receitas mandam colocar uma colher de óleo de amendoim ou vegetal


sexta-feira, 22 de agosto de 2014

RECEITAS DO CHEF ALEX ATALA

Galinhada (uma das mais conhecidas receitas do Chef)

INGREDIENTES:
  • 01 galinha caipira (1,3 k)
  • 05 dentes de alho picados
  • 02 cebolas picadas
  • 04 tomates picados
  • 01 pimenta de cheiro picada
  • 50 g de salsa picada
  • 10 folhas de hortelã picadas
  • 50 g de manjericão picado
  • 100 g de coentro picado
  • 01 folha de louro
  • 50 g de colorau
  • Sal e pimenta do reino a gosto
  • Óleo de canola para fritar
Pirão
  • 02 xícaras (chá) de caldo do cozimento da galinha
  • 01 xícara (chá) de farinha de mandioca
Arroz
  • 01 cebola pequena picada
  • 01 xícara (chá) de arroz cru, lavado e escorrido
  • 02 xícaras (chá) de água morna
  • Óleo de canola e sal a gosto
Quiabo
  • 1/2 cebola média picada
  • 500g de quiabo picado
  • 01 xícara (chá) de caldo de cozimento da galinha
  • Óleo de canela, sal e pimenta do reino a gosto
MODO DE FAZER:
Corte a galinha em pedaços e misture com o alho, a cebola, o tomate, a pimenta de cheiro, a salsa, a hortelã, o manjericão, o coentro, o louro, o colorau, sal e pimenta do reino a gosto e deixe descansar por 24 horas.
Em uma panela grande com fundo grosso, refogue a galinha com os temperos no óleo até dourar levemente, cubra com água e cozinhe em fogo baixo por 3 horas, mexendo de vez em quando.
Se necessário, acrescente mais água.
Pirão
Misture o caldo do cozImento com a farinha de mandioca e cozinhe em fogo médio até engrossar.
Arroz
Em uma panela, refogue a cebola em óleo.
Despeje o arroz na panela, mexa e acerte o sal.
Acrescente a água morna e cozinhe com a panela tampada em fogo baixo.
Quiabo
Em uma panela, refogue a cebola em óleo, acrescente o quiabo e frite por 5 minutos.
Acrescente o caldo da galinha e cozinhe até o quiabo murchar um pouco.
Acerte o sal e a pimenta.
Sirva em seguida a galinhada com o pirão, o arroz e o quiabo.
Torta de Castanha do Pará
INGREDIENTES:
  • 06 ovos
  • 450 g de açúcar
  • 250 g de castanha do Pará
  • 03 colheres (sopa) de farinha de rosca
  • 10 g de curry
  • Óleo de pimenta cumari
  • Brotos de rúcula
MODO DE FAZER:
Bata o açúcar e as gemas até ficaram esbranquiçadas.
Rale a castanha. Reserve.
Bata as claras. Reserve.
Incorpore a castanha a esta mistura e depois adicione as claras em neve e por último a farinha de rosca.
Em uma fôrma de silicone, asse em forno a 170ºC por 13 minutos.
Deixe esfriar e desenforme.
Com uma peneira polvilhe curry por cima.
Legumes Assados com Queijo de Coalho
INGREDIENTES:
  • 06 alcachofras
  • 02 beterrabas pequenas
  • 02 cenouras
  • 02 mini abobrinhas
  • 10 quiabos
  • 01 jiló
  • 200 g de queijo de coalho
  • 02 colheres (sopa) de vinagre de vinho branco
  • 01 folha de louro
  • 04 cravo da índia
  • 02 cebolas médias
  • 100 ml de azeite de oliva
  • 40 ml de óleo de canola
  • 01 ramo de alecrim
  • 80 ml de melaço de cana
  • Raspas de 1 limão
  • Tomilho picado a gosto
  • Cebolinha francesa picada a gosto
  • Sal e pimenta do reino a gosto
MODO DE FAZER;
Com as mãos, retire delicadamente todas as folhas e os espinhos das alcachofras.
Somente o fundo será utilizado.
Numa panela, junte a água, sal e o vinagre.
Coloque os fundos das alcachofras e leve ao fogo médio por aproximadamente 15 minutos.
Prepare uma tigela com água e gelo.
Escorra a água da panela e transfira as alcachofras para a tigela para cessar o cozimento.
Escorra a água e seque os fundos. Reserve.
Numa panela, coloque 30 ml de azeite de oliva, o louro, os cravos da índia, raspas do limão, os fundos de alcachofra e deixe cozinhar em fogo baixo por 2 horas.
Retire do fogo e reserve na própria panela com o caldo que se formou.
Pré-aqueça o forno a 180º C (temperatura média).
Com uma faca afiada, prepare os legumes: descasque as cenouras e corte em tiras finas; corte as mini abobrinhas também em tiras; o quiabo corte ao meio no sentido do comprimento; fatie fino o jiló; descasque as beterrabas e corte cada uma em 8 partes; corte as cebolas ao meio no sentido do comprimento e mantenha a casca.
Corte o queijo de coalho em cubos grandes de 3 cm.
Leve uma frigideira com 30 ml de azeite de oliva ao fogo alto.
Quando esquentar, doure as cebolas.
Transfira-as para uma assadeira e leve ao forno pré-aquecido para assar por 15 minutos. Reserve.
Na frigideira, com o restante do azeite de oliva, doure as beterrabas e as cenouras em fogo médio, em torno de 15 minutos.
Acrescente as mini abobrinhas e deixe cozinhar por mais 2 minutos.
Transfira os legumes para um prato e reserve.
Regue a frigideira com o óleo e aumente o fogo.
Quando esquentar, frite o quiabo e o jiló. Reserve.
Numa frigideira antiaderente, coloque o ramo de alecrim e doure por igual todos os lados dos cubos de queijo de coalho.
Montagem
Retire a casca da cebola e utilize somente o miolo.
Aqueça rapidamente todos os legumes na panela com os fundos de alcachofra.
Regue com o melaço de cana de açúcar, tempere com o sal, a pimenta do reino e polvilhe com as ervas frescas picadas.
Calda de Chocolate
INGREDIENTES:
  • 250 g de chocolate Valrhona Manjari 64%
  • 250 ml de água
  • 75 g de açúcar
  • 75 g de manteiga pomada

MODO DE FAZER:
Pique o chocolate. Reserve.
Aqueça a água e dissolva o açúcar.
Adicione o chocolate picado aos poucos e misture bem até que esteja completamente incorporado.
Deixe reduzindo em fogo brando, sem ferver, até que reste a metade.
Retire do fogo.
Quando estiver em temperatura ambiente, adicione a manteiga e misture bem.

Chocolate branco com trufa INGREDIENTES:
  • 200 ml de creme de leite fresco
  • 300 g de chocolate branco
  • 10 g de manteiga de trufa
  • 04 bolas de sorvete de coco ou de baunilha

MODO DE FAZER:
Numa panela, coloque o creme de leite e leve ao fogo para aquecer, mexendo sempre. Pique o chocolate, coloque numa tigela e despeje sobre ele o creme de leite aquecido. Misture devagar até derreter e virar um creme liso. Espere amornar e junte a manteiga de trufa. Misture bem, espere esfriar completamente. Coloque num prato e sirva com sorvete de coco ou baunilha.

domingo, 13 de julho de 2014


FRANGUINHO PURURUCA
 Ninguém é de ferro, uma friturinha não vai matar!

INGREDIENTES:
  • 01 kg de coxinha da asa
  • Temperos (a seu gosto)
  • 03 xícaras de trigo
  • 03 colheres de chá de fermento em pó
  • Óleo (o suficiente para fritar)
MODO DE FAZER:
Tempere as coxinhas ao seu modo.
Eu utilizei, sal, pimenta, páprica defumada, mostarda e limão.
Deixe descansar no mínimo 2 horas nessa marinada.
Misture o trigo com o fermento.
Passe as coxinhas por essa mistura e frite em óleo quente ( Não pode estar fervendo, caso contrário o frango ficará cru.
Fica pururuca, crocante e delicioso.
Uma receitinha fácil para receber amigos.



BOLO INTEGRAL COM BANANA E MAÇÃ


INGREDIENTES:
  • 06 bananas pequenas ou 3 grandes
  • 01 maçã
  • 03 ovos
  • 1/2 xícara (chá) de leite desnatado
  • 1/2 xícara (chá) de óleo de milho ou girassol
  • 02 xícaras (chá) de açucar mascavo ou demerara
  • 01 xícara (chá) de farinha de trigo integral
  • 01 xícara (chá) de aveia
  • 01 colher (sopa) de fermento
  • Canela em pó a gosto

MODO DE FAZER:
Bata no liquidificador 1 banana, os ovos, o leite e o óleo.
Depois acrescente o açúcar e bata mais um pouco.
Em uma vasilha coloca a farinha de trigo, a aveia e o fermento e acrescente a mistura do liquidificador mexendo bem com uma batedeira.
Em uma fôrma média quadrada, untada e enfarinhada coloca metade da massa, as bananas restantes e a maçã cortadas em pedacinhos, salpica com canela, coloca o restante da massa e leva ao forno quente até dourar.


sábado, 21 de junho de 2014

BOLO DE CHOCOLATE DE LIQUIDIFICADOR
INGREDIENTES:

Massa:
  • 03 unidades de ovo
  • 01 xícara (chá) de leite
  • 1/2 xícara (chá) de Óleo de milho
  • 1/2 xícara (chá) de chocolate em pó
  • 01 colher (sopa) de fermento químico em pó
  • 03 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 02 xícaras (chá) de açúcar
  • 02 colher(s (sopa) de margarina

Cobertura:
  • 4 colheres (sopa) de chocolate em pó
  • 1 lata de leite condensado
  • 1/2 lata de leite
  • 1 colher (sopa) de manteiga

MODO DE FAZER:
Massa:
No liqüidificador, coloque todos os ingredientes da massa, exceto a farinha e o fermento em pó. Bata bem. Sem bater, incorpore a farinha e o fermento até a massa ficar homogênea. Despeje a massa em uma assadeira untada e enfarinhada. Asse no forno pré-aquecido, em temperatura média, por 40 minutos.
Cobertura:
Misture todos os ingredientes na panela e leve ao fogo mexendo, até ferver. Depois do bolo assado, fure-o e cubra com a cobertura.